a outra

por Priscila Rôde

me olha
ao longe
derrete a geografia
suave inodora amarela

dentro
sou só, pai
olhos peles podres
um corpo quase lento

sou invadida, amada
por ela que se move
entremeada, tramando
o vento

aos domingos
morremos mais cedo.

Priscila Rôde

Anúncios