~

por Priscila Rôde

enquanto dilato as vias do rosto
ou levanto a manga da camisa

meus pés aprendem o caminho
tão simples, com as duas mãos:

curo o amor.

ele indo, ele vindo
impassivelmente belo, pausado e puro

me deixando sempre
tão crua, tão longa, tão cheia
de horas.

Priscila Rôde

Anúncios